Crítica e censura: cuidado para não confundir

Algumas semanas atrás, soltei essa no meu Facebook: “Se o Brasil fosse uma ditadura, seu livro seria censurado? E por quê?”

Todas as respostas foram sim e a maioria das justificativas foi bem interessante, como o fato de alguns dos escritores que tenho na rede social escreverem sobre desigualdade social, luta de classes etc, outros pelo conteúdo erótico de suas histórias.

Até aí tudo bem. Sabemos que quem tenta censurar a arte alheia costuma se ofender com extrema facilidade – inclusive, os princípios dessa galera são tão frágeis que parecem feitos de maizena.

Porém, achei um tanto preocupante quando começaram a surgir alguns comentários confundindo censura e crítica, e isso é muito perigoso. Citaram como exemplo o Nelson Rodrigues, que com toda certeza seria “cancelado” hoje em dia, falaram sobre certos conteúdos e gêneros que são menos aceitos pelo público e pela crítica… etc.

Por que isso me incomodou? Porque as diferenças entre censura e crítica sempre foram tão claras e óbvias que chega a ser desnecessário explicar os dois conceitos. Mas para não restar mais nenhuma dúvida, o farei mesmo assim.

Censurar: proibir a veiculação de alguma obra ou discurso, sujeitando o/a autor/a da mesma a alguma penalização.

Criticar: discorrer sobre as características positivas e ou negativas de uma obra ou discurso, opinando sobre sua qualidade, relevância e quaisquer outros pontos que julgar interessantes de se discutir.

Claro que eu apresentei os conceitos de maneira bastante vaga, mas o mais essencial está bem claro: focinho de porco não é tomada e crítica não é censura. A crítica, por mais negativa e cruel que possa ser, não impede de qualquer maneira a obra ou discurso de ser vista, lida ou ouvida pelo público.

O direito à veiculação da mesma continua garantido pela lei, assim como o direito dos críticos de opinarem e do público não apreciar. A regra é clara: carrinho por trás é cartão vermelho e toda obra ou discurso está sujeita à crítica. A única maneira de escapar da mesma é nunca expondo nada, e eu acho que não é isso o que você quer.

A crítica pode ensinar qualquer artista sobre as preferências do público, sobre a maneira de apresentar a obra, sobre como melhorar seu trabalho, enfim, dá pra tirar algum aprendizado – claro, desde que o crítico em questão não seja um amador que só sabe apontar e chamar de lixo, afinal você não tem que levar a sério a opinião de um amargurado.

A censura, por outro lado, é algo que nunca trará nenhum bem para a humanidade e por isso ela não deveria existir em nenhum lugar do mundo.

Por isso, se o seu trabalho não agradou, por qualquer que seja o motivo, não é justo você se dizer alvo de censura, porque isso não é verdade. Pode ser que uma editora cancele seu contrato se o seu livro não foi bem recebido, afinal os serviços são caros de se manter e a conta precisa fechar.

E isso não é censura, é só capitalismo mesmo.

Você ainda tem a opção de bancar a impressão através de uma prestadora de serviços e vender por conta própria, ou lançar gratuitamente no formato e-book. Somente seria censura se alguém te proibisse de fazê-lo.

Isso vale não somente para escritores, mas para qualquer artista: a carreira é repleta de obstáculos e é preciso enfrentá-los de cabeça erguida. Persista e siga aprendendo, pois você é completamente livre para se expressar.

Obs: Acredito não ser necessário escrever um outro texto explicando a diferença entre liberdade de expressão e discurso de ódio. Certo?

Veja mais:

Feito é melhor do que perfeito?

Definitivamente é melhor do que não feito. Estude e pratique incansavelmente para que você aperfeiçoe suas habilidades e amplie seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s